Seguir por email

"O fim do Direito é a paz; o meio de atingi-lo, a luta. O Direito não é uma simples idéia, é força viva. Por isso a justiça sustenta, em uma das mãos, a balança, com que pesa o Direito, enquanto na outra segura a espada, por meio da qual se defende. A espada sem a balança é a força bruta, a balança sem a espada é a impotência do Direito. Uma completa a outra. O verdadeiro Estado de Direito só pode existir quando a justiça bradir a espada com a mesma habilidade com que manipula a balança."

-- Rudolf Von Ihering

Frases, poemas e mensagens no
http://pensador.uol.com.br


IDIOMA DESEJADO.

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

WEELF - JIHAD CARIOCA / Carlos Weelf Teixeira Brito: MINHA ARMA É O RAP.












Cria da maior favela da América Latina , mesmo passando parte de sua primeira infância na Cidade de Deus , Weelf cresceu entre as zonas norte e sul carioca , até os 13 anos após ter sido expulso da escola na zona norte do Rio , passava a semana no bairro do Grajaú e ia aos finais de semana pra sua casa na Rocinha , seu primeiro contato com o Hip Hop foi por volta de uns 8 anos de idade , seu vizinho Marquinhos colocava os maiores sucessos do funk pra tocar em sua casa que ficava do outro lado da vala em frente a casa de Weelf , o menino logo se identificou com as batidas graves e daí começou a procurar mais a respeito do assunto , em suas viagens pra zona norte que na maioria das vezes era no domingo a noite observava a movimentação dos jovens na garagem fundação esperando o ônibus com sua Mãe e seus irmãos sonhando com o dia de poder estar lá dentro curtindo aquele baile , o tempo foi passando e aos 11 anos , sentado ao lado de Mosquito da Teodóro da Silva , de Vila Isabel , se colega de quinta série na Escola Municipal Francisco Campos , a mesma que foi expulso 3 anos depois , conheceu a programa da extinta Rádio Manchete que tocava o melhor do Funk Internacional e do Funk Brasil , e ali começou a escrever suas primeiras letras e mostrar na hora pros colegas de classe que gostavam muito de suas paródias e criações . O tempo passou e veio o funk carioca com os Rap's de Comunidade que deram vida ao o que é hoje o FUNK CARIOCA , e nessa época por volta de 1994 Weelf voltara a escrever , só que já expulso do colégio , o rap ficou em segundo plano e nunca gravou nada , no final deste ano foi atropelado em frente ao baile da Via Apia indo pro Samba na quadra da Acadêmicos da Rocinha e permaneceu o ano seguinte sem poder andar , por fraturas cronicas nas duas pernas o que também lhe tirou do Futebol , que estava afastado mas pretendia voltar a treinar , leu bastante , se curou e voltou a andar já outro homem , conseguiu um emprego e 10 meses depois já estava casado e esperando pra se tornar Pai de sua filha mais velha aos 18 anos . Poucos meses depois teve outra noticia que seria Pai novamente , mas conseguiu um emprego em que ganhava o triplo e esta nasceu num ambiente mais confortável e melhor , aos sete meses sua filha caçula foi durante 20 dias a prontos socorros tanto em sua comunidade como fora dela com uma febre que só piorava , e quando a internaram por estar em convulsão é que diagnosticaram uma meningite bacteriana , que seria fruto de uma epidemia não observada pelo estado na sua comunidade onde já tinha milhares de casos e algumas vitimas fatais . Venceu todo o tratamento junto com sua família , quando sua filha teve alta hospitalar , junto com sua ex esposa achou que seria bom uma obra em casa , pois sua filha obteve uma bronquite crônica como sequela , então sua esposa e suas 2 filhas forma passar uns dias na residencia de sua ex sogra na comunidade do Jacarézinho na zona norte do Rio , lá em uma incursão do Bope , um menino de 6 anos foi alvejado e morto , a comunidade se rebelou , foi chamado o batalhão de choque da pm , que jogou uma bomba de gás em baixo da janela onde estava sua filinha caçula que ao se intoxicar não resistiu . No jornal saíra que ela teria sido salva e um pm era heróis , foi distribuído outdoor's pela cidade com a foto que saíra no jornal do policial fazendo respiração boca a boca e com os dizeres "ESSA É A NOVA POLICIA " . Weelf tentou pedir a rede globo que o ajudasse a tirar os painéis gigantes , foi nas três centrais de jornalismo no bairro do jardim botânico e nenhum deles mesmo escutando o ocorrido quis atende-lo nem ajuda-lo , a unica coisa que lhe sobrou como opção foi o RAP , com a finalidade de ser ouvido , pois acreditava e sempre acreditou no Rap como um instrumento do Povo . Em sua caminhada já foram vários grandes apresentações nos mais variados locais , por varias iniciativas populares , milita desde o ultimo governo de direita, antes das leis de incentivo a cultura e espote, quando as ong's funcionavam de verdade no voluntariado ,surgiu no cenário do rap carioca na Rádio Panorama FM situada no CIEP da Comunidade do Canta Galo , foi primeiro lugar em pedidos em várias rádios comunitárias da Cidade do Rio de Janeiro , na extinta rádio QUE SE DANE , na Fundição progresso na LAPA , no programa CONEXÃO BABILÔNIA na extinta radio VIVA RIO , ong que participou de várias iniciativas pela PAZ e Justiça Social , faz parte da iniciativa "OFICINEIROS da INCLUSÃO " um som dando voz popular a um grande projeto de inclusão de crianças especiais em escolas publicas e outros meios em que eram excluídas na sociedade .





Teve suas músicas incluídas em trilhas sonoras como a do documentário “Me erra”, uma produção sobre a academia Nobre Arte, situada no Morro do Canta Galo, uma outra comunidade carente do Rio de Janeiro, do documentário 10 ANOS DE CEP 20000 ,faz parte da trilha sonora do documentário "ME ERRA" de Paola L'Blanc , e fez uma ponta no filme animação “SANTA DA CASA ” de ALLAN SIEBER .


Um reconhecimento maior ocorreu com o lançamento de seu primeiro vídeo da música ” Fábrica de marginal”, o segundo vídeo é o da faixa ” Uma América Só″ , seu terceiro vídeo clipe gravado em Brasília também em parceria de Caetano Ruas foi muito visto e apoiado em países árabes e se chama MARGINAL REBELDE , e sue quarto vídeo clipe ROCINHA É O IMPÉRIO feito pela produtora de seu amigo Edmond Pitarma . Por sua própria definição Weelf é um marginal sério, vive na pista e defende-se do mundo.



Lançou no final de 2009 : “M.A.R.G.I.N.A.L.I.D.A.D.E. Só que este lhe rendeu 2 faixas no álbum DJ Plain View, GLOBALIZE (http://itunes.apple.com/us/album/dj-plain-view-presents-globalize/id361529793) , uma coletânea MUNDIAL de HIP HOP , lançado no inicio de 2010 , Seu vídeo clipe atual MARGINAL REBELDE foi lançado de forma inteligente e direcionado diretamente para frentes de luta pelo mundo e tem tido o exito esperado , JÁ DIVIDIU O PALCO COM BANDAS E ARTISTAS CONSAGRADOS COMO : O RAPPA , CIDADE NEGRA , G.O.G. , JA RULE , FAT JOE . MR CATRA , MC GALO , GABRIEL PENSADOR , ENTRE OUTROS . TEVE O PRAZER DE PARTICIPAR DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL NO ATERRO DO FLAMENGO . E VEM AGORA APRESENTAR-




quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Jovem universitária UFRRJ Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro c...

DISFARÇADO DE CICLISTA NA CICLOVIA USADA PELOS ESTUDANTES.




Nesta quinta-feira, pouco depois das 10 horas da manhã, uma jovem de 20 anos sofreu tentativa de estupro; o marginal tentou arrasta-la da ciclovia que circunda a universidade para uma trilha que está situada no interior da UFFRJ; lutou bravamente e não cedeu a violência. Estudante do último ano de Engenharia Florestal, declarou que talvez nem termine o curso; o que é lamentável; o local é precário de segurança pública; bom dizer que tanto a área da UFFRJ e a antiga Rio-São Paulo Estrada Federal) é de responsabilidade do Governo Federal.


Bicicleta usada pelo marginal da lei.