Seguir por email

"O fim do Direito é a paz; o meio de atingi-lo, a luta. O Direito não é uma simples idéia, é força viva. Por isso a justiça sustenta, em uma das mãos, a balança, com que pesa o Direito, enquanto na outra segura a espada, por meio da qual se defende. A espada sem a balança é a força bruta, a balança sem a espada é a impotência do Direito. Uma completa a outra. O verdadeiro Estado de Direito só pode existir quando a justiça bradir a espada com a mesma habilidade com que manipula a balança."

-- Rudolf Von Ihering

Frases, poemas e mensagens no
http://pensador.uol.com.br


IDIOMA DESEJADO.

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

domingo, 30 de outubro de 2011

CSI:Nova Iguaçu.





sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Nova Iguaçu (Brasil vergonha): ruas que deveriam ter sido asfaltadas ainda sofrem com lama e poeira.


http://ondeoventofazacurvalagoinha.blogspot.com/2011/10/justica-do-rio-bloqueia-bens-do-senador.html

Rua João Mateus, em Nova Iguaçu: em lugar de asfalto, lama Foto: Roberto Moreyra / Extra

Aline Custódio

Tamanho do texto A A A

Do portão de casa, Antônia Maria Barbosa, de 64 anos, aguarda a próxima chuva que, a exemplo das últimas, transformará num rio de lama a Rua João Mateus, no bairro Laranjeiras, em Nova Iguaçu — quase toda a via, com 295 metros, é um caminho de terra cercado pelo mato alto. O que passou longe da porta de Antônia foram as melhorias prometidas para a João Mateus.
A rua, ao lado de outras 116 vias, faz parte de um dos oito contratos de obras de saneamento básico assinados entre a Prefeitura de Nova Iguaçu e a Rumo Novo Engenharia Ltda., entre 2005 e 2006 — época em que o senador Lindbergh Farias (PT/RJ) era prefeito do município. Totalizando R$ 5,9 milhões, as licitações são citadas na ação civil pública movida pelo Ministério Público estadual, em Nova Iguaçu, que acusa Lindbergh e outros oito réus de improbidade administrativa.
Há cinco anos, Antônia quase teve motivos para comemorar o fim das enchentes, ao ver um trecho de 20 metros ser asfaltado e ter o esgoto encanado. A obra, porém, parou sem que os moradores fossem informados do motivo.
— Vi uns homens medindo a rua e fiquei animada. Quando a obra começou, comemorei ainda mais. Só que eles foram embora pouco tempo depois e as enchentes voltaram — recorda Antônia.


Antônia Maria Barbosa na porta de sua casa, na Rua João Mateus: só 20 metros da via foram asfaltados
Antônia Maria Barbosa na porta de sua casa, na Rua João Mateus: só 20 metros da via foram asfaltados Foto: Roberto Moreyra / Extra

Os outros 275 metros da João Mateus continuam sendo uma trilha de poeira, em dias ensolarados, e de lama, nos chuvosos. Outras duas ruas e uma avenida do Rodilvânia também não tiveram as obras concluídas pela Rumo Novo antes de o contrato ser rescindido pela prefeitura.
No bairro da Grama, o vendedor Pedro Paulo dos Santos, de 42 anos, cansou de esperar a pavimentação da Rua Benjamim Batista, iniciada pela Rumo Novo. Com outros moradores, aplicou cimento na via para acabar com a derrapagem dos carros.

— A obra começou e parou rapidinho — conta.


Pedro Paulo na Rua Benjamim Batista: na falta de pavimentação, moradores usaram cimento
Pedro Paulo na Rua Benjamim Batista: na falta de pavimentação, moradores usaram cimento Foto: Roberto Moreyra / Extra

Ex-secretário fala por meio de nota

Em nota, enviada pela assessoria de imprensa do senador Lindbergh Farias, o ex-secretário de Governo de Nova Iguaçu, Fausto Trindade, afirma:
“Conforme já informei ao Jornal Extra na última segunda-feira, passados quatro anos, nada foi apurado em relação às licitações mencionadas. Disse na ocasião e reitero: o Tribunal de Contas do Estado aprovou todas essas licitações. Lamento que a repórter insista em relacionar a gestão do senador Lindbergh Farias a irregularidades, pois informei a ela que depois de ter verificado o não cumprimento dos contratos pela Rumo Novo Engenharia, a Prefeitura de Nova Iguaçu rompeu unilateralmente todos os contratos. Mesmo diante das dificuldades da empresa de executar a obra, não houve aditivo de contrato. Lembro que todas as contas do primeiro mandato de Lindbergh Farias em Nova Iguaçu foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado”.
Nesta quarta-feira, o advogado Medson Rodrigues respondeu em nome de Cleonice Paulina Neves, sócia na Rumo Novo Engenharia Ltda., Norberto José Torradefló Palácio, citado pelo MP como sócio oculto na mesma empresa, e Paola Michelle Neves Torradefló, sócia na Aporte Serviços e Comércio de Materiais, Equipamentos e Insumos Ltda.
Segundo Medson, a família deixou as empresas sob o controle de Vítor Luiz Vicente Távora, sócio na Rumo Novo, a partir do início de 2006. Ele afirmou que a empreiteira não era de fachada e que a família foi enganada por Vítor, que teria fechado as empresas sem os sócios saberem. Norberto morreu no ano passado. Sem bens próprios, Cleonice e Paola vivem numa casa alugada.
O EXTRA tentou ouvir Vítor na terça-feira. No telefone residencial, uma outra pessoa afirmou que o número não pertence a ele.



Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/nova-iguacu-ruas-que-deveriam-ter-sido-asfaltadas-ainda-sofrem-com-lama-poeira-2886404.html#ixzz1c5qyy7hc

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Desde las entrañas del monstruo.


26 octubre, 2011
—Dicen que éste es el Paititi, el oro que los españoles no encontraron.
Esto es lo que comentan los habitantes de Madre de Dios al viajero. Sin embargo,INFOS comprobó que aquí, en los campamentos mineros informales, todo lo que brilla es engaño, explotación, prostitución: en resumen, trata.
INFOS visitó, de incógnito, el “Kilómetro 103”, uno de los más recientes campamentos mineros informales. El Kilómetro 103 fue “inaugurado” hace dos meses pero que ya cuenta con, aproximadamente, 40 prostibares.
Lo mismo ocurre en los otros siete campamentos mineros que pertenecen a la zona denominada La Pampa, que va desde el Km. 98 hasta el 130. En todos, abundan las víctimas de trata.
Esta práctica de llevar mujeres a los campamentos mineros informales y atarlas a una deuda para luego explotarlas laboral y sexualmente es tan común que ya nadie considera que se trate de un delito sino, simplemente, de una forma de trabajo establecida.
En el Kilómetro 103 obtuvimos el testimonio de varias víctimas que habían sido llevadas desde sus lugares de origen hasta los campamentos mineros y que en estos momentos se encuentran pagando su “deuda” con la persona que las llevó hasta allí. Ante esto, no hay nada ni nadie que las pueda defender, la presencia policial en la zona es nula y las iniciativas por parte del Estado recién se encuentran en proceso de implementación.
Esto se va a acabar cuando se acabe el oro —sentencia Dolores Cortés, de la Organización Internacional para las Migraciones.
O sea, nunca.

por: Dánae Rivadeneyra

Periodista y viajera. Síganme los buenos en @danaery
Ver más investigaciones de Dánae Rivadeneyra 





http://www.infos.pe/2011/10/desde-las-entranas-del-monstruo/

"Se olvidaron de presunción de inocencia"



Rosario Ponce criticó a la prensa peruana en declaraciones a la cadenaCNN. También acusó a familia Castillo de decir mentiras sobre ella.

Rosario Ponce enfiló hoy sus baterías contra la prensa peruana en general, al denunciar que su imagen fue seriamente perjudicada a raíz de las acusaciones que cayeron sobre ella por el presunto asesinato de su exenamorado Ciro Castillo Rojo, quien se perdió con ella en el cañón del Colca a inicios de abril pasado.

“En Perú seolvidaron que todos tenemos derecho a la presunción de inocencia. Es un derecho internacional que se ha violado, tengo una dignidad y honor, por querer sacar titulares y ganar dinero se han olvidado que se hablaba de una persona, que tiene estrés postraumático y que está medicada”, dijo Ponce en entrevista con la cadena estadounidense CNN

“Se han dedicado a sacar titulares dominicales durante seis meses dondelo único que daban son hipótesis, teorías, sin sustento, sin bases y así han dañado mi dignidad y mi honor como persona”, agregó.

Cuando la entrevistadora le preguntó por qué no se comunicó con la familia de Ciro, lo que hubiera podido servir para evitar todo el ciro mediático que vino después, la estudiante universitaria respondió que sí lo hizo, pero que después de eso la familia Castillo le mintió a la opinión pública respecto a ella.

“Al principio entendíamos, mi familia y yo, que ellos estaban afectados. Me comuniqué dos veces con ellos pero lo que hicieron fue publicar en la prensa palabras que yo no habia dicho. Por eso tomamos la decision de ya no mantener más comunicación, porque fomentaban más distorsión en la prensa en vez de ayudar“, agregó.

Además, Ponce criticó que los medios de comunicación la asediaran en todo momento con tal de conseguir nueva información, sin tomar en cuenta su delicado estado emocional. “Estoy en tratamiento post traumático y no se respetó eso. No se respetó mi silencio, yo no quería salir a hablar en la prensa pero ellos (los Castillo) salieron a hablar por mí diciendo mentiras”, subrayó.

---------------------------------------------------------------------------------------

"Esqueceram-se a presunção de inocência"


Rosario Ponce criticou a imprensa peruana, disse à CNN. Família Castillo também acusado de mentir sobre ela.Rosario Ponce liderado hoje suas baterias contra a imprensa peruana, em geral, a relatar que sua imagem foi seriamente danificado em conseqüência das acusações lançadas sobre ele pela morte de sua exenamorado Cyrus Red Castle, que sentia falta dela no cânion Colca, no início de abril."No Peru seolvidaron que todos têm direito à presunção de inocência. É uma lei internacional foi violada, eu tenho uma dignidade e honra, por querer obter manchetes e ganhar dinheiro que eles se esqueceram de que havia uma conversa de uma pessoa que tem PTSD e é medicado ", disse Ponce em entrevista à rede EUACNN"Eles gastaram domingo estendendo por seis meses, onde tudo que você deu são hipóteses, teorias infundadas, sem base e, assim, ter danificado a minha dignidade ea minha honra como uma pessoa", disse ele.Quando o entrevistador perguntou por que ele não contactou a família de Cyrus, que poderia servir para evitar todos os ciro media que se seguiu, o estudante universitário disse que ele fez, mas depois que a família Castillo mentiu opinião pública sobre o assunto."No começo eu entendi, minha família e eu, eles foram afetados. Entrei em contato com eles duas vezes, mas o que eles fizeram foi publicar em palavras impressão que eu não tinha dito. Então, nós tomamos a decisão de hoje não detêm mais a comunicação, porque incentiva mais a distorção na imprensa, em vez de ajudar ", disse ele.Além disso, Ponce criticou a mídia cercou em todos os momentos a fim de obter novas informações, independentemente de seu delicado estado emocional. "Estou em tratamento pós-trauma e não respeitar isso.Não respeitou o meu silêncio, eu não consegui falar na imprensa, mas eles (o castelo) veio falar comigo dizendo mentiras ", disse ele.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Skype falha de segurança potencial ameaça terrorista? Skype falha de segurança potencial ameaça terrorista?


By:

Skype Security Flaw Potential Terrorist Threat?




The Yeshiva World - A flagrant security flaw in the massively popular Skype video chat service may be putting Internet users worldwide at risk.

The serious security breach in the Internet video chat program, which boasts over 500 million users around the globe, means that any evil computer nerd could easily hunt down users’ whereabouts, according to a study co-authored by an NYU-Poly professor.

Skype was quick to downplay the importance of the research. But Keith Ross — part of an international team of researchers who uncovered the problem — said blackmailers or other cybercrooks could, for example, use the flaw to track the travels of a cheating spouse.

And more alarmingly, terrorists or criminals could use the security gap to determine the locations of groups of government officials or employees of a large organization, he told the New York Post.

“Any sophisticated high school or college hacker could easily do this,” Ross told the Post.


-------------------------------------------------------------------------------------------------


Mundo Yeshiva - Uma falha de segurança flagrante no maciçamente popular serviço de chat de vídeo Skypepode estar colocando os usuários da Internet em todo o mundo em risco.

A brecha de segurança grave no programa de bate-papo de vídeo na Internet, que possui mais de 500 milhões de usuários em todo o mundo, significa que qualquer computador nerds mal poderia facilmente caçar paradeirodos usuários, de acordo com um estudo co-autoria de um professor da NYU-Poly.

Skype foi rápido em minimizar a importância da pesquisa. Mas Keith Ross - parte de uma equipe internacional de pesquisadores que descobriu o problema - disse chantagistas ou mal intencionadas, outras poderiam, por exemplo, usar a falha para rastrear as viagens de uma batota cônjuge.

E mais alarmante, terroristas ou criminosos poderiam usar a brecha de segurança para determinar a localização de grupos de funcionários públicos ou funcionários de uma grande organização, disse ao New York Post.

"Qualquer escola sofisticados de alta ou hacker faculdade pode facilmente fazer isso," Ross disse ao Post.

http://candicelanier.blogspot.com/2011/10/skype-security-flaw-potential-terrorist.html

Boehner Rips Russia’s Soviet-Style Behavior / Rips Boehner: Comportamento da Rússia ao estilo soviético..




House Speaker John Boehner of Ohio, meets with reporters following a Republican strategy session on Capitol Hill in Washington, Tuesday, Oct. 25, 2011.



By Mike Emanuel

Published October 25, 2011

| FoxNews.com

Two and a half years after the Obama administration “reset” relations with Russia, House Speaker John Boehner says he’s troubled that the country seems to be slipping back into its Soviet-era ways.

Boehner pointed Tuesday to the recent news that Prime Minister Vladimir Putin plans to return to the presidency after years as prime minister following his hand-picking successor Dmitri Medvedev.

“Within Russia, control is the order of the day, with key industries nationalized, the independent media repressed, and the loyal opposition beaten and jailed. Russia uses natural resources as a political weapon. And it plays ball with unstable and dangerous regimes,” Boehner said at the Heritage Foundation.


“In Russia’s use of old tools and old thinking, we see nothing short of an attempt to restore Soviet-style power and influence,” he said.

Boehner also cited Russia’s exertion of authority over former Soviet satellites like Georgia, and he called for Moscow to stop watering down attempts by the U.S. and other allies to hold Iran accountable at the U.N. Security Council.

“We should do more to compel the Kremlin to curtail its relationship with Iran, particularly related to its nuclear program and missile technology,” Boehner said.

White House National Security spokesman Tommy Vietor defended the administration's Russia policy, saying it has "succeeded in supplying our troops in Afghanistan, sanctioning the Iranian regime, achieving the landmark new START Treaty, and securing nuclear materials from terrorists, while we have remained unwavering in our commitment to democratic principle and our support for European security."

State Department spokesperson Victoria Nuland says Russia has been helpful with Iran

“We've had progress together in tightening sanctions on Iran and this continues to be a subject in our bilateral dialogue… what we can do together, what we can each do to tighten the economic noose on Iran,” Nuland told reporters.

Experts like Graham Allison of Harvard’s Kennedy School of Government say years after the Cold War, Russia is still quite relevant – for energy and other strategic regions.

“Russia is the largest producer of oil and gas in the world today - almost nobody knows that, but if you take oil and gas combined, Russia is the largest producer,” Allison told Fox News.

In terms of getting equipment and vital necessities to U.S. forces in Afghanistan. “Half of those supplies daily now go through the Northern route, which is basically Russia and states that are beholden to Russia,” Allison said.

Rep. Doug Lamborn, R-Colo., said Russia is exerting influence in the global supply and demand of energy to gain leverage over America’s European allies.

“If Russia wants to be viewed as powerful, relevant, and influential, it must develop a proper respect for the rule of law,” he told the Heritage Foundation. “This would require a stark change in behavior – including ending their leveraging of energy. Then, and only then, can we view Russia as a strategic partner.”

House Democratic Caucus Chairman John Larson suggested complaints by Boehner or others about the president’s handling of policy should stop at the water’s end.

“(Boehner), of course, can say anything that he'd like and I won't conjecture on speaking ill of the country or having foreign policy and -- or disagreements end at our shore line. That has been the tradition of the country.

But Boehner said the administration needs to do more than find areas of cooperation on trade or arms control. It must not only demonstrate stronger moral authority when it comes to Russia, but lead with a respect for the traditions that allowed the U.S. to prevail over its old foe.

“International cooperation can only be transactional to a point. We cannot sacrifice values, or get away with walling off our interests from our moral imperatives. … When America leads, it gives optimism and hope. When America looks away, it causes confusion and uncertainty,” Boehner said.

“Instead of downplaying Russia’s disregard for democratic values and human rights, we should call them on it. … The United States should insist Russia ‘reset’ its own policies. If those appeals require teeth, the House stands ready to provide them,” he said.


Dois anos e meio após a administração Obama "zerar" as relações com a Rússia, Presidente da Câmara, John Boehner diz que está preocupado que o país parece estar a deslizar para trás em sua era soviética maneiras.Boehner assinalou terça-feira para as recentes notícias de que o primeiro-ministro Vladimir Putin pretende voltar à presidência depois de anos como primeiro-ministro na sequência da sua mão-picking sucessor Dmitri Medvedev."Na Rússia, o controle é a ordem do dia, com as indústrias-chave nacionalizadas, os meios de comunicação independentes reprimida, ea oposição leal espancados e presos. Rússia utiliza os recursos naturais como uma arma política. E joga bola com regimes instáveis ​​e perigosas ", disse Boehner na Fundação Heritage.
"No uso de ferramentas da Rússia antiga e velho pensamento, vemos nada menos do que uma tentativa de restaurar estilo soviético poder e influência", disse ele.Boehner também citou o esforço da Rússia de autoridade sobre o ex-satélites soviéticos como a Geórgia, e ele chamou para Moscou para interromper as tentativas de enfraquecer os EUA e outros aliados para conter o Irã prestar contas ao Conselho de Segurança da ONU."Devemos fazer mais para obrigar o Kremlin a reduzir a sua relação com o Irã, particularmente relacionadas com o seu programa nuclear e tecnologia de mísseis", disse Boehner.Nacional da Casa Branca o porta-voz de Segurança Tommy Vietor defendeu a política do governo da Rússia, dizendo que tem "conseguido no fornecimento de nossas tropas no Afeganistão, sancionar o regime iraniano, atingindo o Tratado START novo marco, e segurança de materiais nucleares de terroristas, enquanto temos permaneceu inabalável em nosso compromisso de princípio democrático e nosso apoio para a segurança europeia ".O porta-voz do Departamento Estado Victoria Nuland diz que a Rússia tem sido útil com o Irã"Tivemos progressos juntos no aperto sanções ao Irã e este continua a ser um assunto em nosso diálogo bilateral ... o que podemos fazer juntos, o que cada um pode fazer para apertar o cerco econômico sobre o Irã", Nuland disse a jornalistas.Especialistas como Graham Allison de Harvard Kennedy School of Government dizer anos após a Guerra Fria, a Rússia ainda é bastante relevante - para a energia e outras regiões estratégicas."A Rússia é o maior produtor de petróleo e gás no mundo de hoje - quase ninguém sabe disso, mas se você tomar o petróleo eo gás combinada, a Rússia é o maior produtor", Allison disse à Fox News.Em termos de obtenção de necessidades de equipamentos e vital para as forças dos EUA no Afeganistão."Metade desses fornecimentos diários agora percorrer a rota do Norte, que é basicamente a Rússia e os Estados que estão em dívida com a Rússia", disse Allison.Rep. Doug Lamborn, R-Colo., Disse que a Rússia está exercendo influência na oferta e demanda global de energia para ganhar vantagem sobre os aliados europeus dos Estados Unidos."Se a Rússia quer ser visto como poderoso, relevante e influente, ele deve desenvolver um respeito adequado para o Estado de direito", disse a Fundação Heritage. "Isso exigiria uma mudança gritante no comportamento - inclusive terminando o seu aproveitamento de energia. Então, e só então, podemos ver a Rússia como um parceiro estratégico. "Casa Democrática Caucus presidente John Larson sugeriu queixas por Boehner ou outros sobre a manipulação do presidente da política deve parar no final da água."(Boehner), é claro, pode-se dizer qualquer coisa que ele gostaria e não vou conjecturar sobre falar mal do país ou de ter política externa e - ou o fim discordâncias em nossa linha de costa. Que tem sido a tradição do país.Mas Boehner disse que o governo precisa fazer mais do que encontrar áreas de cooperação sobre o comércio ou controle de armas. Deve não só demonstrar forte autoridade moral quando se trata de Rússia, mas levar com um respeito pelas tradições que permitiu que os EUA prevalecem sobre seu inimigo antigo."A cooperação internacional só pode ser transacional para um ponto. Não podemos sacrificar os valores, ou fugir com emparedamento nossos interesses de nossos imperativos morais. ... Quando a América lidera, dá otimismo e esperança. Quando a América olha para o lado, causa confusão e incerteza ", disse Boehner."Em vez de ignorar downplaying da Rússia para os valores democráticos e dos direitos humanos, devemos chamá-los nele. ... Os Estados Unidos devem insistir 'reset' Rússia suas próprias políticas. Se estes recursos exigem dentes, a Casa está pronta para fornecê-los ", disse ele.